A edição de 2015 do Santa Maria Summer Fest  – SMSF – acontece esta semana, a 12 de Junho e estende-se até 14,  no Anfiteatro Exterior da Casa da Cultura de Beja.

Nascido em 2010 , no coração do Baixo Alentejo, o SMSF tem-se afirmado como um dos principais festivais no espectro da música extrema em Portugal, com a oferta de actividades a crescer em quantidade e em qualidade ao longo das últimas edições, revelando, cada vez mais, a intenção de conquistar um espaço de referência no leque de festivais que se realizam em Portugal.

Festival já com créditos firmados ao nível da música extrema, o mesmo pode acontecer, a seu tempo, para a música em geral, não tendo medo de arriscar em nomes “fora da caixa”, tais como os Mendigo (blues) ou Marvel Lima (pop-rock). Nesta 6ª edição, o SMSF apostou no ecletismo e irá receber vários bandas da música pesada internacional e nacional, mas também abrir a sonoridades mais light, dentro do Indie, da Folk, da Pop, do Blues ou do Dub.

Quanto à programação, longe vai o tempo em que apenas 4 bandas nacionais compunham o cartaz (2010). Hoje, são 22 bandas nacionais e 14 internacionais, oriundas de países como os Estados Unidos, Emirados Árabes Unidos, Espanha, França, Alemanha, entre outros, com o público sempre a crescer de ano para ano, tendo atingido mais de 1500 visitantes em 2014.

Nesta edição, o principal destaque do cartaz vai para Varukers, a mítica banda de punk rock britânica, formada em 1979. De Inglewood, Estados Unidos, vêm os Despise You, uma das bandas pioneiras do subgénero powerviolence. Os Alemães Warhammer irão invadir as terras alentejanas com o seu poderoso martelo de guerra.

Como “lufadas de ar fresco”, a direcção artística do festival apresenta alguns nomes diferentes, provenientes da etiqueta Lovers & Lollypops, entre eles o rock progressivo dos Equations que apresentam em Beja o seu novo “High Tower” editado este ano, o psicadelismo de Jiboia, o improviso de Cangarra e o stoner rock dos Killimanjaro ou ainda o dub recheado de industrial dos Necro Deathmort

Dentro da vertente mais “pesada” do festival, destacam-se nomes como os Corpus Christii, Northland e Children of Technology, sem esquecer um vasto leque de artistas nacionais e internacionais que integram o cartaz desta edição 2015.

Um festival anti-crise

Depois de quatro edições com entrada livre, esta é a segunda a pagar, mas o valor do passe de 3 dias é irrisório –  €15 – apenas para permitir fazer um upgrade às bandas e à logística. A 6ª edição deste festival continua a fazer questão em manter o perfil de “festival de música pesada onde a troika não manda nada!”

Os bilhetes estão à venda online em www.smsf-portugal.net, ou nas lojas físicas: Antraste (Beja), Carbono (Lisboa e Amadora), Glam-o-Rama (Lisboa), Whatever Tattoos (Faro), Dark Side Bar (Évora), Piranha e Bunker Store (Porto).

Fontes:
http://smsf-portugal.net/article/7/#Horários
https://www.facebook.com/santamariasummerfest
http://www.festivaisverao.com/Festivais-2015/Santa-Maria-Summer-Fest-2015.html
http://ruidosonoro.com/2015/06/08/ha-uma-luz-na-escuridao-do-santa-maria-summer-fest/