John Romão, actor e encenador, leva à cena nos próximos dias 27 e 28 de Novembro, às 21h00 no Teatro Municipal São Luíz, a peça Teorema.

Teorema é a mais recente criação do encenador português, que reúne em palco um actor (ele próprio), 12 skaters e um acordeonista.

A peça é inspirada no texto e filme realizado em 1968 por Pier Paolo Pasolini e na hipótese de encenação da própria morte do autor. Seguindo os passos de Pasolini, que sempre trabalhou com os marginais do subproletariado urbano e rural do país, John Romão convocou performers que também pertencem à rua, mas num contexto de contemporaneidade: jovens skaters, outro tipo de “ragazzi di vita”, galvanizados por um amor pelo real, numa tentativa de
reconfiguração do sentido do sagrado. As relações entre eles são de tensão, domínio e submissão e carregadas de uma atmosfera erótica e sacralizada, tão própria de Pasolini.

Esta peça é a segunda parte de um tríptico que John Romão tem vindo a desenvolver em torno da obra do realizador italiano, e que encerra com a estreia de “Pocilga”, em Janeiro de 2015, na Culturgest.

Ficha Técnica:
Direcção e espaço cénico: John Romão;
com John Romão, os skaters/performers Francisco Campos Lima, Guilherme Moura, Wesley Barros e 9 skaters da cidade de Lisboa;
Acordeonista: Fábio Palma toca Et exspecto de Sofia Gubaidulina;
Textos: Tiago Rodrigues e John Romão, a partir de Pier Paolo Pasolini;
Música: Nicolai Sarbib;
Espaço sonoro: Daniel Romero (tape);
Figurinos: João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira;
Desenho de luz: José Álvaro Correia;
Assistência de luz e direcção técnica: Rui Monteiro;
Colaboração cenográfica: F. Ribeiro;
Colaboração coreográfica: Elena Córdoba e Luigi Vescio;
Assistência de direcção e produção: Solange Freitas;

Preços: entre os 4,00€ e os 15,00€

Bilheteira Online Teatro São Luíz 

Para mais informações consulte www.teatrosaoluiz.pt