Primeira etapa do Campeonato Europeu de Formula Windsurfing disputa-se no Centro Náutico de Monsaraz

A primeira etapa do Campeonato Nacional e do Campeonato Europeu de Windsurf na classe Formula Windsurfing vai ser disputada no Centro Náutico de Monsaraz. Reguengos de Monsaraz e o Grande Lago Alqueva vão receber pelo quinto ano consecutivo uma prova de windsurf, pontuável para o European Cup, para o ranking nacional, para o ranking mundial e para o Campeonato Ibérico de Águas Interiores.

O CARMIM Lago Alqueva Formula Windsurfing 2016 vai decorrer entre os dias  com cerca de 40 participantes oriundos de Portugal e de Espanha. Entre os velejadores que vão estar presente destaca-se o algarvio Miguel Martinho, que já integrou o top 10 mundial e foi o vencedor da última edição do evento no Grande Lago Alqueva.

No dia 24 de março haverá reuniões técnicas e no dia seguinte, pelas 11h30, começa a competição no Centro Náutico de Monsaraz, com a realização de várias provas diárias no maior lago artificial da Europa ocidental. O campeonato nacional da modalidade inicia-se no Grande Lago Alqueva, passando depois por Cascais, Portimão, Peniche, Lagos e Açores.

Esta é também a primeira prova do Campeonato Europeu de Windsurf na classe Formula Windsurfing, que terá mais uma etapa em Portugal, nomeadamente em Portimão. Os velejadores vão ainda disputar etapas na Lituânia, Estónia, Rússia, Polónia, Letónia e Grécia.

O CARMIM Lago Alqueva Formula Windsurfing 2016 é uma organização conjunta do Clube Naval de Portimão, da Associação Portuguesa de Formula Windsurfing, do Município de Reguengos de Monsaraz e do Centro Náutico de Monsaraz e tem como objetivo promover as potencialidades da região e do Grande Lago Alqueva na área do turismo e dos desportos náuticos. A programação deste evento desportivo integra ainda no dia 26 de março um jantar de convívio entre velejadores e familiares no enoturismo da CARMIM, onde serão promovidos os vinhos e azeites da cooperativa.

O Grande Lago Alqueva apresenta excelentes condições ao nível de segurança, de clima e de plano de água para a prática de windsurf e nesta modalidade é possível juntar atletas de topo mundial a iniciantes. A Formula Windsurfing foi criada em 1999 com o objetivo de ser uma classe de forte vocação para a competição, mas também para reduzir a quantidade de material que um atleta tem de transportar para cada campeonato, pois só poderá inscrever uma prancha, três velas e dois fins (quilha da prancha).

Assim, torna-se mais fácil um amador poder competir com os profissionais, uma vez que existe um maior equilíbrio e sobressai a técnica e a tática do próprio velejador. Esta classe tem intervalo de vento de 7 a 35 nós para se efetuarem as provas, o que também reduz a capacidade física de cada atleta.

321efe1c-9a4f-44f0-9d52-9fed941bfc7f