Abriu ao público, neste último domingo de Outubro, na cidade de Lagos, o primeiro museu de Cera dos Descobrimentos do Algarve, espaço que retrata a viagem histórica dos navegadores portugueses pela Epopeia dos Descobrimentos.

Instalado na Marina de Lagos, este espaço temático estende-se ao longo de mais de cem metros quadrados, é composto por 16 cenários e por 22 figuras de cera construídas à escala real.

Aí são retratados alguns momentos chave do período dos Descobrimentos, tais como: a Batalha de Aljubarrota, o casamento de D. João I com Filipa de Lencastre, as conquistas do Norte de África, um porão de uma nau, os cabos da Boa Esperança e Bojador, sem esquecer Luís Vaz de Camões, que narrou a epopeia dos Descobrimentos nos “Lusíadas”.

Nestor Guerreiro, mentor do projeto afirmou que “Esta aposta cultural não é apenas um projecto regional mas para todos (…) e não só para turistas mas para as crianças das escolas, para que possam de uma forma lúdica e interativa conhecer parte da nossa História”.

As 22 figuras de cera que compõem o espólio e que contam a viagem histórica da Epopeia dos Descobrimentos, foram adquiridas em Inglaterra, tendo sido adaptadas e remodeladas, “e no futuro virão mais para se recriarem mais episódios históricos, para que se possa expandir o museu…”

O Museu de Cera dos Descobrimentos pode ser visitado diariamente durante todo o ano.

Créditos da foto: Luís Fora (Lusa).