O NOS Primavera Sound deu a conhecer o cartaz da sexta edição através de um formato digital inédito para a sua comunidade de fãs.

 

Às 21:00 horas da noite de terça-feira, o NOS Primavera Sound entrou em direto no Facebook com um vídeo enigmático: um rapaz percorria a cidade do Porto fazendo registos no seu telemóvel. Rapidamente os mais atentos perceberam que, em simultâneo, no Instagram iam sendo divulgados pequenos vídeos que revelavam as bandas do cartaz. Em 21 insta stories foram revelados todos os nomes que vão passar pelo Parque da Cidade do Porto, de 8 a 10 de Junho. Sem qualquer aviso prévio, a mobilização digital foi súbita com interações em larga escala, contando com mais de 86 mil visualizações e alcançando mais de 300 mil pessoas nas redes sociais durante a noite.

 

Passado, presente e futuro

 

Hoje o cartaz da sexta edição do festival é revelado oficialmente e traz consigo Bon Iver, que vem apresentar os temas do seu último trabalho “22, a Million”, o mago britânico da eletrónica Aphex Twin, e o duo francês Justice, a estrear o recente “Woman” em Portugal. O line-up do NOS Primavera Sound 2017 inclui também nomes sonantes da atualidade: o duo Run The Jewels, coroados como um dos projetos mais excitantes do momento, a electrónica do chileno Nicolas Jaar, o som distintamente britânico de Skepta, o r&b americano de Miguel, o pop eletrónico de Metronomy, a sonoridade vanguardista de Flying Lotus e a estrela da música de dança mais inovadora Richie Hawtin.

 

A lista de nomes de forte expressão tem ainda o soul de Sampha, o soul-rock de The Make-Up, de regresso aos palcos, o folk pop da americana Angel Olsen, a primeira-dama da música brasileira Elza Soares, os escoceses Teenage Fanclub, à boleia do seu último álbum, a electrónica com o toque pop de Tycho, a aventura a solo de Hamilton Leithauser (ex The Walkmen), o rock clássico de Whitney ou o regresso do indie rock de Grandaddy.

 

O festival apresenta-se uma vez mais como um espaço de diversidade com vários alicerces musicais que incluem sonoridades menos habituais. Do extremismo de Death Grips ao soul de Lady Wray, do punk rap britânico do duo Sleaford Mods ao country de Nikki Lane, do indie pop de Jeremy Jay ou Cigarettes After Sex à electrónica de Bicep ou Mano Le Though, do folk de Mitski, Julien Baker ou Weyes Blood ao pop de Operators e Núria Graham.

 

As guitarras também terão o seu espaço no Parque da Cidade. O duo Japandroids, com os seus novos temas, os californianos The Growlers, a viver o seu melhor momento, a música psicadélica australiana pela mão de dois dos seus representantes mais importantes: King Gizzard & The Lizard Wizard e Pond, o apocalipse que trazem os Swans, os maestros do psych, The Black Angels, o retorno dos lendários Royal Trux, os embaixadores do pós-hardcore Shellac, o punk de Against Me! e nomes prometedores como Wand e Cymbals Eat Guitars que defendem o lado mais rock do cartaz.

 

As propostas nacionais são apresentadas pela união de dois nomes de peso: Rodrigo Leão (Madredeus) com o australiano Scott Matthew, que chegam para apresentar o seu disco em conjunto. Juntam-se a eles o rock inchado de fuzz de Evols, o pós-rock de First Breath After Coma e a música de raízes lusitanas de Samuel Úria.

 

Ver aqui: vídeo do line up

 

 

A sexta edição do NOS Primavera Sound

 

O NOS Primavera Sound chegou ao Porto em 2012 trazendo consigo a reputação musical de Barcelona, construída pela qualidade dos sucessivos cartazes, numa eclética mas inteligente seleção de pop, rock e música de dança. Desde o início, a intenção foi criar um festival que combinasse a reputação da identidade musical de Barcelona, a hospitalidade do Porto e as condições excepcionais do Parque da Cidade. O NOS Primavera Sound distingue-se pelo conforto e respeito para com o público e os artistas, tirando máximo partido do local privilegiado onde este acontece.

 

A NOS promove uma perspetiva atenta sobre a música

 

Como patrocinadora principal, a NOS canaliza a sua ação com base num olhar consequente sobre como música se exprime no espaço e contexto próprios do festival. O NOS Primavera Sound tem sido um campo privilegiado para a marca desenvolver esta sua perspetiva.

 

A música, por ser um passion point dos portugueses, é um território estratégico para a NOS. Através dela, a marca reforça a sua relação com diversos públicos, participando assim na dinâmica cultural do país. Enquanto marca de telecomunicações, a NOS está permanentemente atenta ao que o público sente, pensa e faz, preocupando-se em oferecer, em todos os momentos, as melhores experiências e reservar as melhores memórias a todos os participantes.

 

BILHETES E PONTOS DE VENDA

 

O passe geral para o NOS Primavera Sound 2017 está à venda pelo preço de 100€ e pode ser adquirido em bol.pt, Ticketea, Portal NOS Primavera Sound e nos locais habituais (FNAC, CTT, El Corte Inglés, Worten, …).

 

Também o Fã Pack FNAC 2017 está disponível, nas lojas FNAC e em fnac.pt, em duas versões: o passe geral, a um preço promocional de apenas 100€ e o voucher, disponível por apenas 50€. O passe geral inclui, para além do acesso aos três dias da sexta edição do festival, a oferta de um kit de boas-vindas enquanto o voucher diário deverá ser trocado por um bilhete válido nas lojas FNAC, ou em www.nosprimaverasound.com, até ao dia 28 de Fevereiro de 2017.