Misty Fest 2015 está de volta de 1 a 14 de Novembro, apresentando uma programação plena de alma e mistério, com espectáculos agendados para acontecerem em várias cidades do País, desafiando o público a viver experiências únicas e conteúdos inimitáveis, “concertos a não perder, porque não se repetem”.

Nesta sua 6ª edição o Misty Fest continuará a privilegiar a palavra, a lusofonia e a actualidade musical, propondo aos músicos a apresentação de espectáculos de carácter inédito ou único.

Do cartaz destacam-se Iron & Wine com Sam Beam  a apresentar no palco do Teatro Tivoli  BBVA este seu projecto, numa versão solitária de voz e guitarras, que transporta para sonoridades que recordam Simon and Garfunkel , Neil Young, Nick Drake , Elliott Smith e John Fahey, tudo isto num ambiente de fusão de southwestern rock com musica tradicional do México e sabor a Jazz.

A dupla Tó Trips e Pedro Gonçalves dos Dead Combo e as Cordas da Má Vida , apresenta-se desta vez ao lado de um trio de cordas composto por Carlos Tony Gomes no violoncelo, Bruno Silva na viola de arco e Denis Stetsenko no violino, músicos mais conhecidos por criarem ambientes sonoros produzidos para acompanhar Rodrigo Leão. Este é um espectáculo inédito, criado de proposito para o Misty Fest.

Lenine, um dos grandes nomes da canção brasileira, está de volta a Portugal para um espectáculo singular, para  apresentar, no Grande Auditório do CCB, “Carbono”, o seu mais recente trabalho. Eis um engenheiro químico que se reinventou como compositor e letrista e que já conta com vários prémios, entre os quais se destacam 5 Grammy latinos. O músico apresentar-se-á sozinho em palco, onde a palavra será suportada pela sonoridade de um show case de multi-guitarras.

A banda britânica de Nu Jazz e Pop Electrónica, Cinematic Orchestra, assinala também o seu regresso, 6 anos após o concerto da Aula Magna. Esta é a oportunidade de conhecer temas do novo álbum de originais, previsto para Novembro, e o pretexto para revisitar temas clássicos como “To Build A Home”.

Mísia, com a sua habitual irreverência e amplitude de fado na voz a que já nos habituou, apresenta “Para Amália“, o disco duplo que lançou em homenagem a Amália Rodrigues. O concerto será em formato intimista, com piano e voz e com a formação completa na qual as guitarras se juntam ao piano.

Mas há mais nomes de peso, como Maria Mendes, uma das vozes mais promissoras do Jazz nacional que a crítica internacional tem destacado, em busca de um som não convencional; Dom La Nena, a menina de voz doce que também é violoncelista e já tocou nas bandas de Jane Birkin e Jeanne Moreau, cantou com uma das mais apreciadas artistas do pop alternativo francês, Camille, vem apresentar “Soyo“, um disco trabalhado em Lisboa em co-produção com Marcelo Camelo que afirma que a sua música “tem carnaval e tem silêncio” e um “cello delicioso”.

Mayra Andrade, a cabo-verdiana dona de uma das vozes mais singulares do World music, que bebeu influências em Cesária Évora, Chico Buarque, Caetano Veloso e Charles Aznavour dedica, neste festival, três concertos ao público português.

Rui Massenao músico, compositor e maestro que tem sabido cruzar de forma mágica os ambientes mais clássicos com a Pop, e que agora se prepara para trocar a batuta pelas teclas de um piano, os recursos da orquestra pela sua própria visão enquanto compositor. Um palco, um piano e um homem, uma vasta experiência musical que traduz num universo fascinante de melodias  e que promete apaixonar quem se deixe tocar por esta nova aventura solitária de Rui Massena. Um espetáculo único, imperdível e surpreendente..

O festival decorre em várias cidades do País e em grandes salas de espectáculo porque a organização do Misty Fest defende que a melhor música só pode acontecer nos melhores espaços, capazes de assegurarem a melhor qualidade de som, conforto e cumprimento de horários dos espectáculos, por respeito aos artistas e a todos aqueles que amam a música e que são exigentes com a qualidade de um espectáculo ao vivo.

Descubra este festival de caracter quase nacional e as salas onde os espectáculos terão lugar: Braga, Porto,  Vila- do-Conde, Lisboa, Figueira da Foz e Aveiro; Casa da Música, CCB, Theatro Circo de Braga, Teatro Municipal Aveirense, Coliseus de Lisboa e Porto, Teatro Tivoli BBVA, Cinema São Jorge, Teatro Municipal de Vila-do-Conde, CAE da Figueira da Foz. Assista a espectáculos únicos e irrepetíveis.

Para mais informações sobre os espectáculos vá a http://www.misty-fest.com/informacoes/

MistyFest15_cartaz