Desta Quinta-feira, dia 9, até Domingo dia 12 de Julho, o humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo continuam com o seu espectáculo “Deixem o pimba em paz“, no palco do Teatro Municipal São Luiz, para fascínio de todos os que fazem questão em assistir.

É impossível para Bruno e Manuela “deixarem em paz o pimba“, porque ambos deitaram mãos à obra, há cerca de dois anos, e desenvolveram uma forma diferente de interpretar grandes êxitos da música popular ligeira portuguesa, no que foram acompanhados por Filipe Melo, Nuno Rafael e Nelson Cascais.

Fascinado pelo universo desta música apelidada de pimba – adjectivo que surgiu após o sucesso do tema “Pimba, Pimba“, lançado por Emanuel em 1995 – a ideia de Bruno Nogueira era a de fazer rearranjos de sucessos de alguns dos seus maiores autores/cantores, como Quim Barreiros, Marco Paulo, Nel Monteiro, Ágata, José Malhoa, Marante e Emanuel, interpretando as canções de forma diferente, dando-lhes uma nova vida.

Assim nasceu este quinteto, que juntou o actor e humorista com veia de cantor a Manuela Azevedo, vocalista dos Clã, aos outros três músicos, que fizeram arranjos de jazz e pop onde estes pareciam de todo improváveis, numa atitude de desconstrução de um preconceito instituído. No fundo, a música pimba parece ter um efeito agregador e unificador, porque ouve-se às escondidas, para não parecer mal, seja numa festa “chic” ou  num churrasco de bairro, e é ver os convivas a saltarem para a pista de dança aos primeiros acordes de uma música de Quim Barreiros, cantando o refrão a plenos pulmões.

Desde que “Deixem o Pimba em Paz” nasceu, o sucesso do espectáculo superou todas as expectativas e segundo palavras do próprio autor, “cedo ganhou mais corpo do que a medida planeada, e espalhou raízes por todo o país, numa digressão para lá do imaginado”.

Daí a juntar mais pessoas em palco e de se associarem à Orquestra Metropolitana de Lisboa, foi um pulinho e ficou o bichinho e a promessa do reencontro. Promessa cumprida! Dois anos de digressão, dentro e fora do País, e um álbum gravado ao vivo, o concerto “Deixem o Pimba em Paz” regressou ao Teatro Municipal de São Luíz, onde tudo começou, com o mesmo espectáculo, novamente com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, sob a direcção do Maestro Cesário Costa, com novos arranjos de Filipe Melo e desta vez também de Mário Laginha, convidado por Bruno Nogueira para se juntar à equipa do projecto, neste regresso à casa que o viu nascer.

“Deixem o pimba em paz” já recriou, deixando quase irreconhecíveis, canções como “24 rosas“, “Comunhão de bens”, “Porque não tem talo o rabo“, “Azar na praia” e “Garagem da vizinha“. Nos ensaios, a descontracção dos músicos da orquestra perante estas canções é evidente, e o maestro Cesário Costa explicou que o trabalho é idêntico, como se estivessem a ensaiar uma sinfonia. Do ponto de vista objectivo o processo é o mesmo, e o mais interessante, sublinha, é uma orquestra à procura de outras pontes com outros estilos para chegarem a públicos diferentes.

Manuela Azevedo, vocalista dos Clã disse à Lusa que “É olhar para as canções de uma forma completamente limpa, partir do zero sem pensar nos arranjos originais delas, no que as pessoas vão pensar. Essa liberdade, esse atrevimento que o Bruno propôs a todos, achei que era um desafio maravilhoso”.

Não perca este espectáculo memorável até 12 de Julho, que segundo o próprio Bruno Nogueira, é música pimba com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, e até os autores e interpretes originais das canções – caso de Ágata, Quim Barreiros e Nel Monteiro – conhecem o projecto e gostam do que foi feito. O resto seja o que cada um quiser.

Deixem O Pimba em Paz

Teatro Municipal São Luíz, Sala Principal | 5ªfª, 9 de Julho a Sábado 11 de Julho, às 21h; Domingo, 12 de Julho às 17h30.

Ideia original e direcção: Bruno Nogueira | Direcção musical: Filipe Melo e Nuno Rafael | Arranjos: Mário Laginha, Filipe Melo e Nuno Rafael | Apoio na concepção: Miguel Esteves Cardoso

Interpretação: Bruno Nogueira, Manuela Azevedo, Filipe Melo, Nuno Rafael e Nelson Cascais e

Orquestra Metropolitana de Lisboa sob a direcção do Maestro Cesário Costa

Co-produção: Orquestra Metropolitana de Lisboa, Força de Produção e São Luiz Teatro Municipal

 Bilhetes à venda no local do espectáculo | [email protected] |Tel. 213 257 650 | Todos os dias, das 13h00 às 20h00

Bilheteira online do Teatro Municipal São Luíz