De 23 de Janeiro a 6 de Março, o festival que anualmente homenageia o rei-poeta al-Mutamid, está de regresso ao Algarve.

Lagoa, Loulé, Silves, Olhão e Lagos serão palco de mais uma edição deste festival pioneiro em Portugal, que tem como características ser itinerante e ter uma programação fundamentalmente assente na música medieval das 3 culturas monoteístas do Mediterrâneo (medieval cristã, judaica-sefardita e muçulmana).

Ao longo de 14 anos foram apresentados mais de 40 espetáculos que transportaram o público à sensualidade sonora que durante séculos inundou bazares, medinas, castelos e palácios do Mediterrâneo e Médio Oriente.

Em 2015 o Festival de Música al-Mutamid irá apresentar 6 espetáculos em diferentes lugares do Algarve.

Dias 23 e 24 de Janeiro, respetivamente, o Auditório Municipal de Lagoa e o Cine-Teatro Louletano irão receber o espetáculo “Media Luna” formado por músicos de Marrocos e de Espanha, que interpretam música al-âla e flamenco.

Dia 7 de Fevereiro, o Auditório Municipal de Olhão será o cenário para uma estreia em Portugal. Trata-se do espetáculo “Alturaz al Andalusí”. Este grupo sírio tem como director artístico o cantor Mahmoud Fares, especializado na música andalusí Inshad e al Tarab do estilo alepino (Alepo – Síria).

Neste projeto, destacam-se também o maestro de percussões orientais, Salah Sabbagh, que domina as mais variadas percussões do mundo árabe, e o bailarino Mohamed Babli que aprendeu o giro derviche (Maulawiya) com os grandes maestros da dança sufí de Alepo.

Dia 14 de Fevereiro, o Teatro Mascarenhas Gregório (Silves) irá receber o grupo espanhol “Milo Ke Mandarini” (“Maçã e Mandarina” em grego). Trata-se de um projeto musical baseado nas músicas tradicionais sefarditas e medievais do Mediterrâneo. Este grupo é formado por Isabel Martin, cantora especializada em técnicas de canto búlgaro e turco, e pelo multinstrumentista Carlos Ramirez, que em 2008 gravaram o seu primeiro Cd dedicado à música judaica-sefardita.

Dia 21 de Fevereiro, o Festival de Música al-Mutamid apresentará no Convento São José (Lagoa), o espetáculo “Aquitania”, formado por músicos de Marrocos e Espanha. Esta formação composta por músicos com uma ampla experiência na música antiga uniram-se neste projecto dedicado à música medieval das 3 Culturas. “Aquitânia” interpreta este repertório dedicado à música medieval das 3 culturas, com instrumentos musicais repletos de história e de uma enorme beleza plástica e sonora.

O 15º Festival de Música al-Mutamid encerra dia 6 de Março, no Centro Cultural de Lagos, com o grupo sírio “Alturaz al Andalusí”.

Informação para compra de bilhetes pelo telefone 289 414 604.

Almutamid_Cartaz2