23 de Março a 10 de Abril (excepto 25 e 27 de Março) nos Recreios da Amadora (qua. a sáb. 21h00/dom. 16h00)

Ficha ArtísticaTexto: David Mamet;Tradução: Carlos Pimenta; Encenação: Jorge Silva; Interpretação: José Peixoto e Victor Santos; Cenografia e Figurinos: Teresa Varela; Música: Filipe Melo; Desenho de Luz: Tasso Adamopoulos; Sonoplastia: Pedro Carvalho; Fotografia: José Frade; Design Gráfico: Rui A. Pereira; Assistência à Encenação: Estrela Cabral; Direção de Produção: Joana Ferreira; Produção Executiva: Daniela Sampaio; Operação Luz e Som: Mario Cruz Pereira e Jochen Pasternacki; Produção: Teatro dos Aloés; M/12

Sinopse: Dois homens sentados num banco num parque, observam patos e falam sobre eles. Não sabem muito do assunto e rapidamente a conversa evolui para outros temas que os inquietam: a natureza, o amor, o sexo, a solidão, a vida e a morte. Usando a metáfora dos patos ultrapassam a falha de comunicação entre eles e a conversa flui, atingindo momentos de comicidade, que fazem desta peça “simples” de David Mamet, uma grande obra sobre a Condição Humana.

Mais informações : https://www.facebook.com/teatro.dosaloes/