DGPC e Volkswagen Veículos Comerciais anunciam 2ª edição da iniciativa “Museus em Movimento” durante a Noite Europeia dos Museus

  • Duas rotas de transporte irão passar por 10 Museus aderentes
  • Iniciativa criada para fomentar a visita aos Museus

 

No âmbito da Noite Europeia dos Museus, que este ano decorrerá a 20 de maio, a Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), em parceria com a Volkswagen Veículos Comerciais, volta a criar rotas para transportar os visitantes até 10 dos 12 museus da área de Lisboa, que nesse dia ficarão abertos até às 24:00 (última entrada às 23:00).  

 

A iniciativa “Museus em Movimento” desafia a população a sair de casa para conhecer alguns dos melhores museus da cidade, num horário excecional. Já a existência de rotas distintas facilita a visita a um maior número de museus, bem como a participação nas múltiplas atividades programadas.

 

Uma frota de Volkswagen Transporter e Crafter vai estar gratuitamente à disposição de todas as pessoas que adiram à Noite Europeia dos Museus. Nesta edição as rotas não vão partir do Marquês de Pombal, como sucedeu há um ano. Com o objetivo de melhorar a experiência, as entidades organizadoras prepararam duas rotas diferentes, pensadas por núcleos/zonas, de modo a que a “boleia” se torne ainda mais acessível, ágil e confortável.

Os percursos vão funcionar entre 18:00 e as 23:00 do dia 20 de maio, nas seguintes rotas:

Rota 1 | Belém – Museu de Arqueologia, Museu de Etnologia, Museu dos Coches, Museu de Arte Popular e Palácio Nacional da Ajuda.

Rota 2 | Centro – Casa-Museu Anastácio Gonçalves, Museu do Azulejo, Museu do Traje, Museu do Teatro e Museu da Música.
Dia/Noite Internacional dos Museus 2017

A Noite Europeia dos Museus decorre no sábado posterior ao Dia Internacional dos Museus, que se celebra a 18 de maio. Criada em 1977 pelo Conselho Internacional de Museus (ICOM), e celebrada anualmente desde então, esta iniciativa apela à reflexão sobre o papel dos Museus nas sociedades. Em 2017 realiza-se sob o mote “Museus e Histórias Controversas – Dizer o Indizível nos Museus”.