Todos os dias, durante todo o mês de abril.

“POEMA, UM LUGAR DE LIBERDADE” EM EXPOSIÇÃO NO MAIA JARDIM De D. Dinis, a Camões, Almeida Garrett e Fernando Pessoa, a ação percorre as grandes obras de poesia portuguesa para assinalar o mês da liberdade O Instituto Português do Livro e das Bibliotecas – agora Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas – em parceria com o Maia Jardim organiza, durante o mês de abril, a exposição “Poema, um lugar de Liberdade”. Tão antiga como a língua portuguesa, a poesia afirmou-se, ao longo dos tempos, como um espaço de liberdade. No mês em que se assinalam 42 anos do Dia da Liberdade, a exposição tem como objetivo homenagear obras que, ainda que separadas pelo estilo, pelo tom e pelos séculos, refletem, em múltiplos sentidos, a liberdade.

Autores como D. Dinis, Camões, Almeida Garrett, Antero Quental e Fernando Pessoa são alguns dos grandes poetas portugueses homenageados numa exposição que permanece na galeria comercial Maia Jardim, até dia 30. Juntam-se autores contemporâneos, como Herberto Helder e Sofia de Melo Breyner. A cada poema está associada uma ilustração inspirada nas palavras evocadas por cada autor.

A exposição “Poema, um lugar de Liberdade” está acessível, gratuitamente, entre as 08h30 e as 23h00 de segunda a quinta-feira, aos domingos e feriados, e até às 24h00 sextas-feiras, sábados e vésperas de feriado.