Bruno Nogueira e Miguel Guilherme sobem hoje, 25 de Novembro, pelas 21h30, ao palco do Auditório do Casino Estoril, para a estreia da comédia “O Meu Vizinho é Judeu”.

Com encenação Beatriz Batarda, a cena desta peça passa-se num prédio de uma cidade qualquer, habitado por várias famílias entre os quais Bruno Nogueira. Casado com uma mulher cuja obsessão é o povo judeu, é constantemente pressionado pela curiosidade mórbida que esta nutre pala identidade do vizinho de baixo, Miguel Guilherme, que “por acaso” é um judeu ateu, massacrado pelos preconceitos daqueles que vêm na diferença o perigo e a ameaça.

É a partir daqui que se desenrolam uma série de peripécias entre estes vizinhos, onde o humor serve para abordar questões sérias de forma inteligente, nomeadamente o preconceito e a ideia que temos de “nós” e dos “outros”. Este é um tema de uma actualidade premente, que trás à discussão a crise de ideais e de valores e alerta para o ambiente propício ao ressurgir deste conflito, despertado pelo impulso primário e reactivo a situações alimentadas pelo medo e a ansiedade. O autor desconstrói este preconceito com um humor caustico, surpreendendo o espectador com um volte face tão absurdo quanto a realidade actual, procurando restaurar alguma fé na humanidade.

A autoria do texto é de Jean-Claube Grumberg, também ele de origem judaica e para quem a temática do holocausto e da xenofobia são recorrentes. Para além de actor, no seu Curriculum inscrevem-se cerca de 50 obras dramatúrgicas e a produção de argumentos para os realizadores François Truffaut e Costa-Gravas, tendo sido premiado por diversas vezes com o Prix Molière e o Grand Prix da Academie Française.

O ciclo de representações de “O Meu Vizinho é Judeu” decorrerá no Auditório do Casino Estoril, de Quinta-Feira a Sábado, às 21h30, e aos Domingos às 17 horas.

Bilhetes à venda na bilheteira do Casino Estoril, em FNAC.PT e www.bilheteiraonline.pt
Preço: €16,00por pessoa.