Os bairros de Alfama e Castelo sob a perspetiva das objetivas de formandos do Instituto Português de Fotografia. O mote da exposição de fotografia que vai ter como palco as instalações do Chapitô. Uma excelente oportunidade para redescobrir os dois bairros históricos de Lisboa.

 

Até 15 de setembro, todos os dias entre as 22h00 e as 02h00, há mais um pretexto para uma deslocação ao Bartô. No bar do Chapitô, um dos maiores polos culturais da capital, vão estar expostas fotografias de Alfama e Castelo de nove alunos finalistas do Curso Profissional do Instituto Português de Fotografia (IPF).

 

Dois bairros históricos que vivem realidades idênticas. Duas “aldeias” dentro da cidade, onde ainda se vive de forma comunitária e com uma grande proximidade entre os habitantes. Mas também dois bairros que se tornaram globais, devido ao fantástico crescimento do turismo. Apesar de tudo, Alfama e Castelo ainda têm muito para revelar. Isso mesmo pode ser confirmado com a visita à exposição, com as fotografias dos alunos do IPF a captarem o que escapa ao olhar da maioria dos turistas e até residentes.

 

“Exposição de Fotografia-Alfama e Castelo’2017” é um momento importante na vida de Beatriz Candeias, Diogo Pimenta, Filipa D’Aguiar Rodrigues, Francisco Soares, Jorge Almeida, Pedro Madeira, Rita Martins, Roberto Moura e Sofia Ferreira. A vida de um fotógrafo é uma viagem e, nesse percurso, Alfama e Castelo foram lugares de passagem obrigatória para estes alunos – futuros profissionais da fotografia.

 

Com quase meio século de atividade, o IPF é reconhecido pela excelência do ensino na área da fotografia, mas também pelos programas que desenvolve em termos culturais, nomeadamente os muitos que têm como objetivo a promoção dos seus formandos. A “Exposição de Fotografia-Alfama e Castelo’2017” é disso exemplo e resulta de uma parceria de vários anos com o Chapitô.

 

A “Exposição de Fotografia-Alfama e Castelo’2017” decorre até ao próximo dia 15 de setembro, entre as 22h00 e as 02h00. A entrada é gratuita.