De 25 de maio de 2016 a 25 de maio de 2017

Exposição de arte contemporânea “Point of View” junta artistas nacionais e internacionais de renome no Parque da Pena

  • Exposição de arte contemporânea site specific no Parque da Pena, Património Mundial da UNESCO

  • Dez artistas de renome internacional e diferentes nacionalidades

  • Projeto assinala bicentenário de D. Fernando II, criador do Parque da Pena

  • Diálogo entre Homem e Natureza

 

A Parques de Sintra inaugura a 25 de maio a exposição de arte contemporânea “Point of View”, no Parque da Pena. Esta exposição coletiva, site specific, com direção artística de Paulo Arraiano, reúne dez artistas de diferentes nacionalidades, reconhecidos internacionalmente: Alberto Carneiro (Portugal), Alexandre Farto/Vhils (Portugal),Antonio Bokel (Brasil), Bosco Sodi (México), Gabriela Albergaria (Portugal), João Paulo Serafim (Portugal), NeSpoon(Polónia), Nils-Udo (Alemanha), Paulo Arraiano (Portugal) e Stuart Ian Frost (Reino Unido).

 

O projeto pretende assinalar o bicentenário de D. Fernando II, o “rei-artista”, criador do Parque da Pena. Pretende-se enriquecer a experiência dos visitantes ao levá-los a “perderem-se” no Parque, explorando as suas diferentes perspetivas e “pontos de vista”. Desta forma, “a relação entre Homem e Natureza é sentida, numa total simbiose, tal como o rei D. Fernando II pretendeu”, refere a Diretora do Projeto, Sofia Barros. O nome “Point of View” advém, precisamente, da expressão francesaPoint de Vue, utilizada na arquitetura paisagista, e que se relaciona com o conceito de perspetiva.

 

A exposição implica a criação de uma série de instalações específicas, estrategicamente colocadas em diferentes pontos do Parque da Pena, para as quais serão utilizados sobretudo materiais naturais existentes no próprio Parque. Durante o ano em que estarão expostas, as obras não serão alvo de manutenção, uma vez que o amadurecimento natural de cada peça faz parte do conceito da exposição.

Os artistas

Para a seleção dos dez artistas foi tido em consideração o facto de estes trabalharem a relação Homem-Natureza nas suas obras – denominador comum ao grupo – o currículo de cada artista, e a diversidade cultural (de acordo com a história de Sintra e o ecletismo presente no próprio Parque da Pena).

 

Alberto Carneiro (Portugal)

Nascido em 1937, é um dos artistas mais importantes da sua geração. Desenvolve dentro da arte minimal e concetual em Londres uma progressiva desmaterialização da obra de arte com uma visão antropológica e assente na relação Homem-Natureza.

 

Alexandre Farto/Vhils (Portugal)

Um dos artistas portugueses contemporâneos da sua geração com maior visibilidade internacional e um dos mais representados em projetos site specific, galerias e museus. Vhils começou como artista de graffiti nos anos 2000 e desde essa altura que a sua arte interage com a paisagem urbana.

www.alexandrefarto.com

 

Antonio Bokel (Brasil)

É um dos mais importantes artistas da sua geração no Brasil, estando representado na Coleção Chateaubriand no MAM (Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro). Bokel tem o graffiti como base do seu trabalho, que nasce na rua, e rompe com as formas tradicionais de o apresentar.

www.antoniobokel.com.br

 

Bosco Sodi (México)

Os seus trabalhos não têm título com a intenção de remover qualquer predisposição ou conclusão para além da imediata existência da obra. O trabalho em si transforma-se numa memória e relíquia simbólica do diálogo entre o artista e a matéria crua. Sodi é famoso pelas suas pinturas de grandes dimensões, com cores vivas e texturas ricas.

www.boscosodi.com

 

Gabriela Albergaria (Portugal)

Trabalha entre Lisboa, Berlim e Nova Iorque.  Artista portuguesa representada este ano na mais importante feira de Arte em Nova Iorque – “Armory Show”, Gabriela é membro representante da ELAN (European Land Art Network). Usa fotografia, desenho, instalações e escultura para desenvolver uma linha de trabalho que utiliza os jardins e sua história como ponto de partida para desenvolver o seu trabalho.

www.gabrielaalbergaria.com

 

João Paulo Serafim (Portugal)

Desenvolve, desde 2005, o projeto MIIAC – Museu Improvável de Imagem e Arte Contemporânea, museu ficcionado baseado numa pesquisa iconográfica de um acervo pessoal e documental, construído ao longo do percurso do artista. Pretende, agora, desenvolver essa pesquisa do arquivo numa aplicação site specific relacionada com a paisagem, constituindo uma proposta de atlas para o território natural de Sintra, partindo do fenómeno de observação a partir de um determinado ponto de vista.

www.miiac.com

 

NeSpoon (Polónia)

NeSpoon trabalha entre instalações site specific e arte pública bem como em museus e galerias, utilizando técnicas como a cerâmica, a pintura, e rendas. O seu trabalho tem como objetivo fazer arte positiva para lidar com emoções positivas. NeSpoon debruça-se ainda, nos seus trabalhos, sobre o comentário social e político.

www.behance.net/NeSpoon

 

Nils-Udo (Alemanha)

Artista da Baviera, Nils-Udo passou de pintura da Natureza para a criação de peças site specific, utilizando materiais orgânicos. O artista trabalha no local utilizando elementos lá encontrados e cada peça é uma resposta à paisagem e aos materiais que encontra à sua volta, criando um mundo sedutor de “potenciais utopias”, utilizando a Natureza como inspiração.

 

Paulo Arraiano (Portugal)

O trabalho de Paulo Arraiano debruça-se sobre o território imaterial e a sua ligação com o território físico: cartografias emocionais onde o corpo age como uma extensão da Natureza, através de um registo assente no movimento e na fluidez dos materiais utilizados em instalações site specific de grandes dimensões.

www.pauloarraiano.com

 

Stuart Ian Frost (Reino Unido)

Stuart Ian Frost trabalha em projetos site specific e escultura caracterizados pelo interesse pela natureza física dos objetos e a sua relação específica com o meio ambiente e cultura, mitos e história. Trabalha internacionalmente entre a Land Art e escultura.

www.stuartianfrost.com

 

 

Mais informações sobre a exposição:

Website: www.penapointofview.com
Facebook: www.facebook.com/penapointofview

Instagram: www.instagram.com/penapointofview