10 ANOS DE OUT JAZZ,

10 ANOS DE HISTÓRIA COM MÚSICA

 

O OUT JAZZ caminha para o 10º aniversário com algumas novidades e a realização do OUT FEST. São já 10 anos de energia contagiante a invadir a capital com música, e a organização estima que mais se seguirão.

 

Mais uma edição do OUT JAZZ, e mais momentos históricos se preparam para ter lugar ao som da melhor música soul, funk, jazz e hip-hop. Desde há 10 anos que a cidade de Lisboa se deixou tomar pela música cinco meses por ano. Jardins, praças, miradouros, alamedas e ruas deixaram ecoar acordes musicais que promoveram momentos inesquecíveis de boa disposição, amizade e descontração.

Este ano, numa edição simbólica que celebra o 10º aniversário do OUT JAZZ as novidades são muitas: aos domingos, de maio a setembro, um jardim por mês se enche de música para alegrar os finais de tarde dos lisboetas e turistas. Começa no Jardim da Torre de Belém, em Maio, seguindo-se o Jardim da Tapada das Necessidades, o Parque Tejo, o Jardim da Estrela e o Jardim do Campo Grande, em Lisboa, nos meses seguintes. Aos sábados, o festival citadino ruma para os jardins de Cascais, para o Parque Marechal Carmona, Jardim Casa Histórias Paula Rego, Parque Palmela e ainda para sul, em Troia, onde pelo segundo ano consecutivo o OUT JAZZ leva 6 concertos ao Troia Beach Club, num local privilegiado com o Oceano Atlântico e a Arrábida como pano de fundo.

Sempre a partir das 17h00, com entrada livre, o festival inaugura a 7 de maio, no Parque Marechal Carmona, em Cascais, com o DJ Lucky. Pelos palcos do OUT JAZZ, passarão músicos como DJ Mary B, Quinteto Ricardo Pinto, DJ Rykardo, DJ Nuno di Rosso, DJ Johnny, DJ Tiago Fonseca, André M. Santos & MOb Ensemble, Rita & o Revólver, Francisco Sales, They Must Be Crazy, Salvador Sobral, Afrocuban Project ou DJ MR. Bird, entre muitos outros.

Outra das grandes novidades é o OUT FEST, porque a celebração do 10º aniversário merecia uma festa que marcasse e simbolizasse a grandeza deste projeto. A decorrer nos dias 24 e 25 de setembro, num jardim ainda a anunciar, este evento, à porta fechada e com bilheteira, irá reunir vários músicos ligados ao OUT JAZZ nos últimos anos.

“O sucesso do OUT JAZZ deve-se ao facto de termos sido os primeiros a dinamizar os jardins públicos de Lisboa, aos domingos, com música soul, funk, jazz e hip-hop”, explica José Filipe Rebelo Pinto fundador do OUT JAZZ, acrescentado que na altura a dinâmica dos jardins se perdia para o calor das praias. “O OUT JAZZ veio trazer vida aos jardins da capital num dia em que pouca atividade havia. E por trás deste sucesso está também uma equipa excelente, uma cidade de sonho e uma grande paixão pela música por parte da organização”.

“Estes 10 anos representam muito para mim”, acrescenta. “Olho para trás e vejo todo o trajeto até esta data: o início do OUT JAZZ, em 2006, os anos que antecederam com a procura de patrocinadores, o primeiro concerto do OUT JAZZ, no Jardim da Torre de Belém, o terceiro ano do evento em que investimos tudo o que tínhamos porque perdemos o sponsor a um mês do arranque, o mar de gente feliz ao som do OUT JAZZ”. Relembrando que este é um evento criado na base familiar, José Filipe adianta o desejo de continuidade do projeto através dos filhos. “Este ano, o meu filho Zef faz também 10 anos, o que quer dizer muito em relação a este projeto. Sempre pensei, e contínuo a pensar, que o OUT JAZZ será para a eternidade e ficaria muito feliz por ver os meus dois filhos, um dia, a dar-lhe continuidade”.

A 10ª edição do evento conta com o habitual apoio da NCS e da Câmara Municipal de Lisboa, ao qual se junta a Câmara Municipal de Cascais, a Somersby que regressa como patrocinador oficial do evento que a viu crescer, o Troia Resort, a Esporão, a Coca-Cola, a Paletaria e a Amazing Store.

 

Programação completa: http://www.ncs.pt/outjazz.php

https://www.facebook.com/OutJazz/?fref=ts