O Casino Lisboa estreia, a 7 de Novembro, o ciclo de “Concertos Arena Live 2016”. O ambiente festivo está, assim, assegurado até ao final do ano, com um diversificado cartaz que se distingue pela qualidade dos artistas convidados. Trata-se de um novo ciclo de nove concertos que estará em destaque no Arena Lounge, às Segundas-Feiras, e que culmina com a noite de Réveillon. Com entrada livre, a não perder, a partir das 22 horas.

 

Referência da música portuguesa, Carminho inaugura, a 7 de Novembro, o ciclo de “Concertos Arena Live”. A artista sobe ao palco central do Arena Lounge para interpretar as melhores composições do álbum “Canto”, bem como outros sucessos da sua carreira.

 

Com um percurso musical consolidado, Carminho editou, em 2009, o seu primeiro álbum que intitulou de “Fado”, seguindo-se, em 2012, “Alma”. Posteriormente, seguiu-se “Canto”, um álbum que confirma o futuro daquela que é já uma das artistas portuguesas de maior projeção internacional.

 

Após ter esgotado, em 2014, o Arena Lounge, David Fonseca regressa, a 14 de Novembro, ao Casino Lisboa para apresentar o álbum “Futuro Eu”. Trata-se do seu mais recente registo discográfico que expõe um conceito inédito numa vasta obra em que o inesperado é princípio basilar.

 

“Futuro Eu” tem como grande novidade o facto de se tratar do primeiro disco integralmente composto em português de David Fonseca, mais um novo desafio artístico que, a avaliar pela forma elogiosa como a crítica especializada se referiu à sua sexta edição discográfica em nome próprio, ultrapassou com distinção

 

Com outra proposta a não perder, o Casino Lisboa recebe Mafalda Veiga em estreia dupla. No dia 21 de Novembro, a artista apresenta, pela primeira vez, ao vivo, algumas das canções que integram o novo disco de originais, a editar dias antes. O concerto será, também, uma estreia absoluta, antecedendo a digressão que se prepara para 2017.

 

Com reportório renovado trabalhado com os músicos que estiveram consigo em estúdio, Mafalda Veiga regressa, assim, ao palco do Arena Lounge, acompanhada por Fred na bateria, Miguel Barros no baixo, Marco Nunes e Ricardo Riquier nas guitarras e, ainda, Diogo de Almeida Ribeiro nos teclados.

 

Os Orelha Negra serão, a 28 de Novembro, os protagonistas de mais uma noite de concerto Arena Live. A banda propõe-se interpretar vários temas inéditos que integram o novo disco de originais, bem como outros sucessos dos dois primeiros álbuns, não faltando, ainda, diversos medleys que prometem ser surpreendentes.

 

O Dj Cruzfader partilha o palco com Sam The Kid (MPC’s), Fred Ferreira (bateria), Francisco Rebelo (baixo) e João Gomes (teclas). Os sons que os cinco magníficos produzem juntos são envolventes, mas ouvi-los e vê-los ao vivo, é um prazer verdadeiramente misterioso.

 

Com um registo muito próprio, os Dead Combo estreiam-se, a 5 de Dezembro, no ciclo de “Concertos Arena Live”. Tó Trips e Pedro Gonçalves revelam uma orientação musical indissociável dos espaços (físicos, mitológicos) que a geraram. Sem letras nem palavras, este duo canta com uma clareza desarmante o Tejo e Lisboa, Portugal e o Mediterrâneo, uma África idealizada e a vastidão da América, imaginada em Itália nos westerns de Morricone, majestosamente filmada por Wim Wenders e tocada por Ry Cooder.

 

Para cantarem estes retratos, necessitam, apenas, de uma guitarra e um contrabaixo que, informados por uma certa vivência do rock’n’roll, conjuram anos e anos de música e atravessam continentes, reunindo o fado e os blues na mesma canção. “A Bunch of Meninos” é o mais recente capítulo de um dos mais belos e singulares corpos de trabalho produzidos em Portugal ao longo da última década.

 

Para a noite de 12 de Dezembro está agendado o concerto dos Amor Electro. Mariza Liz sobe ao palco para recuperar os principais êxitos da banda, assegurando uma actuação muito interactiva com o público. A intérprete será acompanhada pelos músicos Tiago Pais Dias, Rui Rechena, Ricardo Vasconcelos e Mauro Ramos.

 

Os Amor Electro habituaram-se a somar êxitos, tendo-se já tornado num projeto de referência no panorama musical português. Com dois álbuns editados, “Cai o Carmo e a Trindade”, em 2011, e “(R)Evolução”, 2013, e já a trabalhar no terceiro disco, a banda conta com numerosos sucessos como, por exemplo, “A Máquina”, “Rosa Sangue”, “Mar Salgado” e, o mais recente, “Juntos Somos Mais Fortes”.

 

Em concerto inédito no Casino Lisboa, Diogo Piçarra actua, a 19 de Dezembro, privilegiando os melhores temas do álbum “Espelho”. O público poderá acompanhar os grandes sucessos deste disco como, por exemplo, “Tu e Eu”, “Verdadeiro”, “Breve” ou “Café Curto”.

 

Num quarteto pop irrepreensível para um concerto ritmado, Diogo Piçarra, na voz, guitarra e piano, será acompanhado por Francisco Aragão (guitarras e teclado), Filipe Cabeçadas (bateria) e Miguel Santos (baixo);

 

Jimmy P, alter-ego para Joel Plácido, será o protagonista, a 26 de Dezembro, de mais uma etapa dos “Concertos Arena Live”. Editado em 2015, o álbum “FVMILY F1RST” constitui o mote para uma noite que promete surpreender o público.

 

A fusão do Hip-Hop, Reggae, R&B e Rock, aliada a uma performance de grande nível, tornam Jimmy P num artista singular e camaleónico, desejado pela maioria dos promotores. No intuito de responder às exigências do mercado, Jimmy P apresenta-se em dois formatos: showcase, adaptado a clubes e auditórios com um dj e um Mc de apoio, e em formato live band adaptado a actuações ao ar livre ou em palcos maiores. 

 

O ciclo de “Concertos Arena Live 2016” encerra com uma actuação especial dos HMB agendada para a noite de Réveillon. Inspirados nos melhores registos de soul e r’n’b, esta mediática banda convida o público a viajar pelos melhores temas do primeiro disco homónimo, lançado em 2012, e pelos sucessos do segundo álbum de originais “Sente”, editado em 2014.

 

Com o lançamento do primeiro registo discográfico os HMB obtiveram uma assinalável notoriedade, adquirindo um espaço próprio na cena musical portuguesa. “Dia D” e “Não Me Deixes Partir” conquistaram rapidamente o público. A banda consolidou o seu percurso com “Sente”. As composições “Feeling”, “Talvez” e o divertido “Naptel Xulima”, são os cartões-de-visita, que consolidaram um percurso impar no panorama da música nacional.

 

Ciclo de concertos “Arena Live 2016”

– 07 de Novembro: Carminho

– 14 de Novembro: David Fonseca

– 21 de Novembro: Mafalda Veiga

– 28 de Novembro: Orelha Negra

– 05 de Dezembro: Dead Combo

– 12 de Dezembro: Amor Electro

– 19 de Dezembro: Diogo Piçarra

– 26 de Dezembro: Jimmy P

– 31 de Dezembro: HMB (Réveillon)

 

O Arena Lounge do Casino Lisboa acolhe, a partir do dia 7 de Novembro, o ciclo de “Concertos Arena Live 2016”. O programa decorre às Segundas-Feiras, pelas 22h00, excepto na noite de Reveillon. A entrada é livre.

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Lisboa é reservado a maiores de 18 anos.