De 7 a 23 de Novembro Almada assume um papel de capital do teatro em língua portuguesa. A 18ª Mostra de Teatro de Almada é inaugurada às 21h30 do próximo dia 7 de Novembro, na Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea, na zona histórica da cidade de Almada.

Esta mostra, que se estende ao longo de 16 dias, apresenta um cartaz cheio de novidades: 19 espectáculos, 8 estreias e 17 grupos, entre profissionais e amadores, mostram as suas mais recentes criações.

Participam: Actos Urbanos (produção do Teatro de Areia), Alpha Teatro, Artes e Engenhos, Cénico da Incrível Almadense, Crème de la Crème, GITT – Grupo de Iniciação Teatral da Trafaria, Grupo de Teatro da Associação Cultural Manuel da Fonseca, Grupo de Teatro Musical da Academia Almadense, Marina Nabais Dança, Ninho de Víboras, NNT – Novo Núcleo de Teatro, O Grito, Produções Acidentais, Teatro ABC.PI, Teatro na Gandaia, Teatro Extremo e Teatro & Teatro.

Dirigida a vários os públicos, esta edição tem um programa composto por criações originais e de autores nacionais e estrangeiros tão diversos quanto A. Branco, Luís Alves Milheiro, Maria Rosa Colaço, Raúl Brandão, Sarah Adamopoulos, Nelson Rodrigues, Jonathan Swift, Georg Büchner, Salomão ou Shakespeare.

A programação das estreias inclui:

“Noite de Guerra no Museu do Prado” pelo Teatro & Teatro, que Rafael Alberti escreveu, inspirado num episódio por ele vivido durante a Guerra Civil Espanhola;

“Ciclo do Amor” pelo Teatro ABC.PI, com direcção artística de Laurinda Chiungue, com base no “Cântico dos Cânticos” de Salomão;

“A Cadeira” pelo Crème de la Crème, um espectáculo que encontra na commedia dell’ arte e no jogo do clown linguagens para gerar cumplicidade com o público;

O ansião Gitt estreia “Monólogos Cruzados” da autoria de Xico Braga e encenação de Vítor Mio – encerrará a programação desta Mostra.

Para os mais novos, o Grupo de Teatro Musical da Academia Almadense apresenta o “Sítio do Picapau Amarelo”, criado a partir da conhecida obra do brasileiro Monteiro Lobato levada à TV;

O Grupo de Teatro da Manuel da Fonseca traz à cena dois novos espectáculos, “Pássaro Branco” inspirado na obra homónima de Maria Rosa
Colaço e “Na minha terra isto acontece (O Direito ao Sonho)” de Ferrer Asturiano;

Marina Nabais apresenta a peça coreográfica “Dançário”.

Participam, pela primeira vez, o Alpha Teatro, com direcção dos jovens actores Sofia Raposo, Luís Menezes e Mariza Carrière;  o Teatro na Gandaia, da Costa da Caparica, com uma encenação do actor Rui Cerveira; e a produção Actos Urbanos do Teatro de Areia, com direção de Joana Sabala e texto de Sarah Adamopoulos.

E ainda:

O Teatro Extremo com “Depois de Darwin”, uma encenação de Ana Nave;

O Ninho de Víboras com “Até Amanhã!”, um texto original de A. Branco;

O Grito com “Itália-Brasil 3-2” de Davide Enia;

O Novo Núcleo de Teatro com “Húmus: Recompostagem” a partir de Raúl Brandão e Shakespeare;

O Cénico da Incrível Almadense leva à cena “O amor é uma invenção do cinema”, de Luís Alves Milheiro.

O Artes e Engenhos apresenta duas peças, “Medeia” encenada por Francisco Salgado e Sandra Hung e “Woyzek 1978” de Alexandre Pieroni Calado que tem como ponto de partida materiais de arquivo e testemunhos da encenação do Teatro da Cornucópia.

Haverá espaços privilegiados de encontro entre o público e criadores, atores, técnicos, produtores e estruturas que participam neste evento único e singular a nível nacional, como a tertúlia, dedicada a “Palcos da tecnologia. Uma incursão da história da tecnologia no teatro” pela Professora Paula Diogo e o ponto de encontro, após os espectáculos aos Sábados, será pela primeira vez no
emblemático café “Calhambeque”, na rua Capitão Leitão.

Locais de realização dos espectáculos:
A 18ª Mostra de Teatro de Almada realiza-se em diferentes locais do concelho de Almada: Auditório da Pluricoop, Biblioteca municipal Maria Lamas, Casa da Cerca, Casa municipal juventude de Cacilhas, Cine-Teatro da Academia Almadense, Incrível Almadense, Recreios Desportivos da Trafaria, Teatro EXxtremo, Teatro municipal Joaquim Benite, Calhambeque Almadense,

Preço: bilhetes a cinco euros e desconto para jovens, seniores e grupos.

Consulte o programa da 18ª Mostra de Teatro de Almada em:

mostradeteatrodealmada.blogspot.com

www.facebook.com/MostraTeatroAlmada